Saturday, April 18, 2009

Meia Noite

Busco água no banheiro
Sirvo em porcelana

Que lugar ideal.

A privada é para refletir
Por isso, privado.

A análise é profunda
O olhar imanente
Brota no espelho a fronte.
Não tarda

“Beba, são pregos”

Preciso é cortar a unha
Fazer a barba
Escovar os dentes

Limpar a casa,
Ao menos uma vez
Limpar a casa.



(Não terminado, aberto a opinião)

4 comments:

Rachel Souza said...

A partir da meia-noite é ótimo pra criar,pra ter sossego. Meu momento é esse.rs

Tchezar said...

A parte da privada é a melhor... Nunca havia pensado nisso... Talvez, na sociedade moderna, seja um dos únicos momentos "privados" que as pessoas tem...

Iuri said...

Nada como o olhar poético acerca do cotidiano.

Carina said...

Estes momentos "privados" são fontes infindáveis de reflexão.

Por exemplo, no meu banheiro agora chove. É uma fonte líquida.

E me parece que seu poema está, sim, terminado.

Um abraço, meu querido!